sexta-feira, 10 de agosto de 2012


Um dos maiores enigmas da consciência


Após refletir sobre qual seria a minha postagem de hoje, o Google mim levou a uma pagina que fala sobre um dos maiores enigmas da consciência: o sonho e porque sonhamos, e após momentos de reflexão concluir que este seria o tema ideal, afinal quem nunca sonhou e se perguntou porque?


A psicologia e a neurologia estudam a questão de modo que se complementam. Mas não existe ainda uma resposta científica definitiva para a questão. Tudo indica que os sonhos são a principal chave para o autoconhecimento humano e 100 anos depois da publicação “A Interpretação dos Sonhos” de Sigmund Freud, o pai da psicanálise demonstra que o sonhar é uma linguagem simbólica, embora muitos nem sequer lembrem seus sonhos. Freud destacou que o sonho não deve ser interpretado de uma só vez, por ser formado no inconsciente, só existem nele fragmentos da realidade sendo preciso dividi-lo em partes e decifrá-lo aos poucos.

Alguns itens listados por Freud para facilitar a interpretação dos sonhos são: sentimento convicto de que já se esteve em um lugar antes - esses lugares são os órgãos genitais da mãe de quem sonha -, atravessar espaços estreitos ou estar na água - baseiam-se em fantasias da vida intra-uterina -, morte de um ente querido - desejo de que a pessoa em questão venha a morrer -, sonhos de estar despido - sonhos de exibição - e reis, príncipe, princesa ou personalidades - pais do sonhador.

Algumas pessoas conseguem "participar" de seus sonhos e até controlar suas ações, já existem técnicas que permitem que transformemos nossos sonhos em sonhos lúcidos, o que permite que controlemos o curso de nossos sonhos. Acredita-se também que o sonho tenha uma função auto-reguladora de equilíbrio psicológico e é através dele que fazemos a digestão dos acontecimentos do dia,alem de outras funções cerebrais que seriam despertadas quando sonhamos, uma delas é a manutenção da memória.   

sonho Saiba a verdade sobre o significado dos sonhos

Portanto, "O sonho é a estrada real que conduz ao inconsciente", e é simplesmente uma das melhores coisas da vida, por isso nunca deixe de 

Marinna Assis


Fontes:
http://super.abril.com.br/ciencia/sonhamos-442296.shtml   


Um comentário:

  1. Considerada como extra por não estar diretamente ligada à disciplina.

    ResponderExcluir